Advertising

Intimidação e constrangimento no posto de gasolina


Uma manhã de sexta (08), aparentemente tranquila, a Sra. Marta Maria. saiu de casa, com seu carro, para resolver assuntos pessoais. No meio do caminho, percebeu que precisaria abastecer o veículo. Parou no posto mais próximo de onde estava, o Posto Shell / Cemopel, localizado na esquina da Avenida Rui Barbosa com Rua Amélia. 

Lá, solicitou o abastecimento e assim foi realizado. A principio tudo normal.  Porém, uma prática muito comum e, muitas vezes, inconveniente, feita nos postos de combustível é o frentista ficar insistindo para checar nível de óleo, fluido do radiador, água do para-brisa etc. 

A Sra. Marta Maria estava apressada, porém permitiu que o atendente verificasse os níveis dos insumos. De repente, o frentista, talvez achando que poderia se aproveitar de uma mulher e idosa, começou a lhe falar que o fluido do radiador estava com coloração estranha, meio amarelada e que, se não fosse efetuada uma troca por completo, problemas futuros poderiam surgir.

No meio da conversa, surgiu outro frentista, que engrossou o coro, insistindo em induzir a Sra. Marta Maria a efetuar a troca, para evitar danos ao motor do veículo. 

Mas ela achou muito estranho, inclusive, porque sabia que seu marido era atento demais ao cuidado com o carro, fazendo as manutenções necessárias, dentro do prazos previstos.

Fato que observamos nessa situação claramente, o despreparo na abordagem, o terrorismo causado a uma senhora que eles sabem que não tem conhecimento, mostra também que os próprios também não tem conhecimento, pois foram incapazes de perceber que já havia fluído ou tinham conhecimento e iriam fingir que haviam trocado ou trocariam de fato só para bater meta ou mostrar serviço, pouco importando o bem estar de fato do cliente.

De acordo com, o site Mecânica On Line, às vezes um frentista diz que a água do radiador deve ser trocada, só para vender o aditivo de etilenoglicol. Mais ai vai uma dica dele: Fora do vaso de expansão (recipiente de plástico onde é acumulada a água dos radiadores com circuito selado) há marcações dos níveis máximo e mínimo. 

Se a água estiver entre uma e outra, não é preciso completar. Em carros mais velhos, é normal que água fique com tons de ferrugem. Se estiver muito barrenta, o motorista deve pôr um frasco de aditivo do tipo Radclean, rodar uma semana e depois procurar uma oficina de radiadores para escoar a água suja e pôr etilenoglicol. Recomenda-se cuidado porque radiadores modernos têm partes de plástico: se as mangueiras forem retiradas de forma errada, arrebenta-se o radiador.

Ao chegar em casa, a Sra. Marta Maria comentou com o marido e o mesmo disse que havia feito a troca do fluido do radiador há menos de 3 dias e, não havia necessidade de refazer o serviço.

Fiquem de olho!!

Entramos em contato com a administradora dos Postos CEMOPEL, porém, até o fechamento desta matéria, não recebemos resposta.

Passou também por alguma situação constrangedora? 

Entra em contato com a gente: contato@blogdogabrieldiniz.com.br

Nenhum comentário