Advertising

Idosa com câncer denuncia máquina quebrada no HCP


Atualizada às 22h (22/10)

Há quase 20 anos, a aposentada Antônia Almeida, de 65 anos, descobriu que é vítima de câncer de mama e precisou fazer mastectomia em uma delas. Após a cirurgia, continuou sendo acompanhada, no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), localizado em Santo Amaro, centro do Recife, mas todos os exames sempre descartaram a possibilidade de retorno da doença.

No início deste ano, após exames periódicos, a idosa recebeu a notícia de que tinha metástase na cabeça, pulmão e ossos. Os médicos, então, pediram outros três exames, mas, de la pra cá, apenas dois foram realizados. A tomografia do tórax ainda está pendente e, segundo a idosa, não foi feita, porque o equipamento responsável pelo exame no hospital está quebrado.


Prazo
Desde então, a data para o exame já foi remarcada quatro vezes. Indignada com a demora, Antônia espera conseguir fazer o exame, no dia 12 de novembro. "O hospital tem que dar um jeito de me atender", disse a idosa. 

Nota

Em nota, o Hospital de Câncer de Pernambuco disse que o tomógrafo está passando por atualização para aumentar a capacidade de uso. O hospital disse ainda que, por enquanto, os exames estão sendo feitos apenas em pacientes internados ou em casos de urgência, mas que o serviço vai ser normalizado para todos, em até 15 dias. A consulta de dona Antônia foi remarcada para o dia 12 de novembro.

Repercussão

Após publicação nos canais de TV local e no BGD, o Setor de Exames do HCP entrou em contato com a Sra. Antonia Almeida pedindo para que a mesma comparecesse amanhã (23/10) para realizar o seu exame.



Da TV Jornal

Nenhum comentário