Advertising

Giro pelo Recife


Você sabe como dirige aquele(a) que leva seus filhos à escola? Nesta semana, três flagrantes de imprudência de condutores de Vans Escolares. A primeira, na Rua Ourém, em San Martin, onde um ônibus escolar, parou no meio da rua para que três crianças subissem no coletivo. A segunda, na Estrada Velha do Bongi, onde o condutor utilizou-se de cerca de 50m da contra-mão, para ultrapassar a fila que se formava para adentrar à esquerda na Estrada dos Remédios. Na última, a condutora, na Rua José Osório, falava ao celular, enquanto trafegava pela via. Vale a pena ficar de olho.


Após nota nesta coluna, a Compesa solucionou vazamento de água na esquina da Rua Cláudio Brotherood com Avenida Caxangá. Agradecemos pela presteza.


O serviço de esgotamento sanitário feito pela Prefeitura do Recife nos bairros da Zona Oeste (Cordeiro, Torrões e Iputinga) traz vários benefícios à população, porém, o recapeamento feito pela Emlurb, após as obras, nas principais vias destes bairros ficou de péssima qualidade. Quem passa pela Av. do Forte (Foto), Av. Inácio Monteiro e Rua do Bom Pastor reclama dos desnível do asfalto e dos desníveis dos tapa-buracos, mal feitos pela Autarquia.


Motoristas que circulam pela Rua Lopes de Carvalho, na Madalena, Zona Oeste do Recife, parecem não entender a sinalização imposta pela Autarquia de Trânsito - CTTU. No Cruzamento com a Av. Visconde de Albuquerque existe uma placa de sentido único à esquerda, impedindo os condutores de acessarem a continuação da rua, após o cruzamento, porém ninguém respeita. Não seria o caso da Autarquia de Trânsito colocar uma placa proibindo os motoristas seguirem em frente? Se os motoristas "não sabem" o que é sentido único, com certeza, vão saber o que é sentido proibido.


É impressionante o número de ciclistas que transitam fora das ciclovias espalhadas pela cidade. Nossa reportagem flagrou a imprudência bairros da Iputinga (Ciclovia do Cavouco), Cordeiro (Ciclovia da Avenida do Forte), Bongi (Ciclovia da Estrada Velha do Bongi) e Rosarinho (Ciclovia da Rua Amaro Coutinho). Sem falar, da falta de respeito no trânsito: não param no sinal vermelho e transitam nas calçadas, colocando em risco a integridade física dos pedestres.

Nenhum comentário