Médica fala sobre os excessos alimentares no carnaval


Fim de ano, férias, Carnaval... Nesta época do ano, é natural que as pessoas excedam nas comidas e bebidas. O problema é que muitos desses alimentos encontrados nas ladeiras são ricos em açúcares e sódio e, muitas vezes, ultraprocessados. “Esses tipos de comida podem desencadear uma série de problemas à saúde que vão desde retenção de líquidos, gastrite e pressão alta até doenças mais graves, como obesidade, diabetes e alterações hormonais”, explica a cirurgiã do aparelho digestivo Clarissa Guedes.

É necessário buscar o equilíbrio no consumo desses alimentos para que problemas de saúde sejam evitados. “Nosso corpo responde imediatamente na forma de cólicas, diarreias, refluxo, entre outros sintomas que aparecem logo após grandes excessos”, afirma a médica cirurgiã. Além do desconforto, essas reações imediatas podem ser sinais para problemas maiores em órgãos importantes do corpo humano, como o estômago e o intestino. A gastrite, o diabetes e a hipertensão, segundo a médica, podem estar diretamente ligados aos hábitos alimentares e excessos de sal e gordura, associados à vida sedentária.

A médica acrescenta que ter o hábito de comer com frequência, respeitando os horários, focando em alimentos ricos em fibras e proteínas, ajuda a não ceder aos excessos, pois aumentam a saciedade e diminuem a compulsão alimentar. Para quem sempre consome alimentos menos saudáveis, é importante atentar a algumas dicas como não deitar-se imediatamente após a refeição, evitar ingestão de líquidos e ingerir comidas ácidas, como abacaxi e laranja, logo após as refeições, para ajudar o corpo a se recuperar mais rápido.

Nenhum comentário