Últimas Notícias

WhatsApp vai apagar backup de celulares Android


Os usuários de WhatsApp para Android precisam ficar atentos: na próxima semana, uma atualização do aplicativo de mensagens pode apagar os arquivos antigos guardados através do Google Drive. A mudança está programada para acontecer na próxima segunda-feira (12).

A alteração no WhatsApp para Android vai acontecer devido a um acordo entre o aplicativo de bate-papo e o Google. A partir da data da atualização, o WhatsApp vai deletar todo o conteúdo dos backups que estão armazenados no Google Drive e que não foram atualizados ao longo de um ano.

Salvar os arquivos que podem ser deletados, no entanto, é fácil: basta fazer um novo backup. Através do app, há duas formas de fazer isso: a manual, na qual o próprio usuário salva os conteúdos sozinho, quando e o quanto quiser; e a automática, em que o WhatsApp fica programado para salvar tudo periodicamente. Para configurar essa última opção, basta escolher dentro de qual intervalo de tempo o usuário deseja que o backup seja feito: diariamente, semanalmente ou mensalmente.

Além dessa atualização, o acordo do aplicativo com o Google também vai mudar a forma de armazenamento de dados : antes, os arquivos contidos no backup do aplicativo de mensagens instantâneas eliminavam espaço da cota de armazenamento do Google Drive de cada usuário. A versão gratuita do Google Drive dá direito a 15 GB, que ficam disponíveis para guardar qualquer tipo de arquivo dos mais diversos serviços do celular – do Gmail ao Fotos.


Com a mudança, essa regra não vale mais, já que o WhatsApp não faz mais parte dessa cota: o usuário pode fazer backups de conversas, vídeos e fotos livremente e sem limites, não precisando mais se preocupar com o tamanho e a quantidade de arquivos – a cota da nuvem permanecerá intacta.

As novas regras valem apenas para usuários de WhatsApp para Android . Para os donos de Iphone, não há nenhuma mudança, já que nesse tipo de celular os backups para a nuvem são guardados no iCloud. No caso do armazenamento da Apple, a regra antiga ainda vale: todo o conteúdo salvo pelo aplicativo de mensagens retira espaço da cota do iCloud.

Do Brasil Econômico

Nenhum comentário