Notícias em Destaque

Morre a cantora Angela Maria, a rainha do rádio


A cantora Angela Maria, 89 anos, morreu na noite desse sábado (29), em São Paulo. Ela estava internada há 34 dias, no Hospital Sancta Maggiore, na capital paulista, para tratar uma infecção e não resistiu. Conhecida como a "Rainha do Rádio", a artista fez grande sucesso durante as décadas de 1950 e 1960, e acabara de completar 70 anos de carreira. 

Por meio de um vídeo divulgado no Facebook, Daniel D'Angelo,  marido e empresário de Angela Maria, afirmou que a cantora "estava sofrendo muito" durante o período de internação. 

 - Espero que vocês entendam, ela teve uma trajetória de 34 dias no hospital, estava sofrendo muito, e hoje ela nos deixou - relatou. 



CARREIRA

Angela Maria, nome artístico de Abelim Maria da Cunha (Conceição de Macabu, Estado do Rio de Janeiro, 13 de maio de 1929 – São Paulo, 29 de setembro de 2018),foi uma cantora e atriz brasileira, expoente da Era do Rádio e considerada dona de uma das melhores vozes da MPB.

Intérprete de canções como "Babalu" (Margarita Lecuona), "Gente Humilde" (Garoto/Chico Buarque/Vinicius de Moraes), "Cinderela" (Adelino Moreira) e "Orgulho" (Waldir Rocha/Nelson Wederkind), serviu como fonte de inspiração para artistas como Elis Regina, Djavan, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Cesária Évora e Gal Costa, além de ter sido, comprovadamente pelo Ibope, por um longo período, a cantora mais popular do Brasil e conquistado a admiração de personalidades como Édith Piaf, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Amália Rodrigues e Louis Armstrong.

Do ZH

Nenhum comentário