Internauta reclama de descaso no Real Hospital Português

sábado, março 24, 2018


A experiência positiva de um paciente deveria ser sempre uma das principais preocupações de uma instituição que atua na área da saúde, mas para a publicitária Lise de Souza Suassuna, 43, a realização de um simples procedimento médico, às vésperas da Semana Santa, vem se tornando uma verdadeira via-crucis.

Com a necessidade de recolocação de um DIU (dispositivo intrauterino), em vista a um mal posicionamento do mesmo após primeira implantação, em dezembro último, a publicitária, de posse de exame comprobatório de tal necessidade, procurou o Real Hospital Português, localizado na Ilha do Leite, Zona Central do Recife, para marcação do procedimento. 

Após consulta prévia com seu médico e disponibilidade na agenda hospitalar, o procedimento foi agendado para o dia 19 de março.


Lise alega que, no final de fevereiro, recebeu telefonema do hospital com a confirmação da realização do procedimento para às 16 horas da última segunda-feira (19). De posse de autorização do seu plano de saúde, dos exames e tendo passado mais de 10 horas de jejum, ela foi ao Real Hospital Português para realização do procedimento.

Mesmo marcado e previamente confirmado, o procedimento acabou por não ser realizado. 

Segundo Lise, o hospital informou que descadastrou a Unimed Norte-Nordeste de sua carteira de clientes e o atendimento aos usuários do plano havia sido cancelado, inclusive, os que já estavam confirmados.

Diante da não realização do procedimento, a paciente solicitou à ouvidoria e ao departamento comercial uma declaração do hospital contendo informação que estava agendada, com autorização do plano de saúde e com realização confirmada pela instituição e que devido ao descadastramento da Unimed N/NE, não fora atendida. 


Mesmo diante de dois protocolos e, tendo escutado da ouvidoria do hospital que nada poderia ser feito, ela procurou o departamento jurídico do RHP, onde após solicitar em carta escrita a punho a liberação do documento, não consegue recebê-la por o mesmo não cumprir com o prazo prometido. 

"Não vou deixar isso assim. Se o procedimento não seria realizado por algum motivo, eles deveriam ter comunicado, uma vez que o descadastramento do plano se deu uma semana antes da data agendada. Mas ao contrário, me ligaram para confirmar tudo", reclama Suassuna.

Você também pode curtir

0 comentários